Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \31\UTC 2009

O Alvaro vai usar a verba de representação prá pagar o meu mico mico meu dele.

Deu na Folha de S. Paulo
O mico da semana

De Renata Lo Prete:

O mico da semana ficou com Álvaro Dias (PSDB-PR), autor do requerimento da CPI, que postou em seu blog uma enquete sobre quem foi o melhor presidente do Brasil. Resultado: 66% marcaram Lula; 34%, FHC. Restou ao senador escrever nota na qual diz que “não concorda”, mas “respeita” a opinião dos internautas.
Anúncios

Read Full Post »

30/maio/2009 15:24

Dois temas vetados por Serra: mortes na cratera do metrô e o significado de trololó

Dois temas vetados por Serra: mortes na cratera do metrô e o

significado de trololó

O governador José Serra foi vaiado por professores estaduais em Presidente Prudente. Segundo reportagem da agência Estado, Serra foi chamado de “ditador”. O governador usou novamente uma expressão já incoroporada a seu vocabulário para se defender. “Nós não somos de trololó“, disse ele:

29/05/2009 – 21h25
Serra é vaiado por professores em Presidente Prudente

O governador de São Paulo, José Serra, foi vaiado nesta sexta-feira (29) por professores e servidores da saúde durante uma visita a Presidente Prudente, no interior paulista, para inaugurar obras.

Durante o discurso, o governador chegou a ser chamado de “ditador” pelos manifestantes. Em resposta aos gritos – de “ditador, ditador” -, Serra ironizava: “Eles são contra a saúde, são contra até os deficientes (referindo-se a projetos que beneficiam deficientes). São de seitas e ‘partidecos’. Nós governamos para toda a população de São Paulo. Não somos de ‘trololó′”, disse Serra.

“Ele não negocia nem paga o dissídio dos professores desde 2006. Não repassa nem a inflação acumulada e não discute o reajuste salarial com os professores”, acusou Agripino Miguel Costa, conselheiro regional do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp).

Os professores querem reajuste salarial de 27,5%, enquanto os servidores da Saúde pedem reposição salarial de 47%. No começo da noite de hoje os professores estaduais decidiram entrar em greve a partir de quarta-feira. Leia a íntegra do texto no Estadão Online.

Além disso, os professores estaduais decidiram entrar em greve por tempo indeterminado, a partir de quata-feira, informa a Folha Online:

Saiba porque as universidades estaduais de SP também vão parar

E entenda como a pornografia chegou aos livros do ensino fundamental no estado

Read Full Post »

deu na folha de s.paulo

Receita quer cobrar até R$ 20 bi de bancos

Fisco decide não aguardar decisão final da Justiça e abre ofensiva contra setor bancário para retomar cobrança de PIS e Cofins

Amparadas em sentenças não definitivas do Judiciário, instituições escapam da cobrança sobre transações financeiras há quatro anos

De Leonardo Souza:

A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional e a Receita Federal iniciaram uma ofensiva sobre os bancos para retomar uma cobrança de tributos questionados na Justiça estimada em R$ 20 bilhões.

Trata-se das contribuições sociais PIS e Cofins, que são pagas por praticamente todas as empresas de médio e grande porte para o financiamento de políticas públicas nas áreas de previdência, assistência, saúde e seguro-desemprego. Há quatro anos, instituições financeiras escapam dessa tributação amparadas por decisões judiciais ainda não definitivas.

Somente os três maiores bancos privados do país, Itaú Unibanco, Bradesco e Santander, calculam em seus balanços que, na hipótese de sofrerem uma derrota na Justiça, teriam de desembolsar ao fisco a soma de R$ 11,2 bilhões.

Para a procuradoria da Fazenda e a Receita, chega a quase o dobro desse valor o passivo potencial de todo o sistema bancário, segundo estimativa à qual a Folha teve acesso. Essa quantia representa metade de toda a arrecadação de impostos no mês passado (com a exceção da receita previdenciária), de R$ 40 bilhões.

A Receita decidiu não esperar a palavra final do Judiciário sobre o tema. Com base em um parecer da procuradoria, deu nova interpretação às sentenças judiciais que têm resguardados os bancos e, em março, passou a intimá-los e a cobrar os tributos não recolhidos. Assinante do jornal leia mais em: Receita quer cobrar até R$ 20 bi de bancos

Read Full Post »

Coragem da convicção o torna tão diferente (China Daily)
Courage of conviction makes him so different
By Zhou Zhiwei (China Daily)Updated: 2009-05-26 07:54

From a shoeshine boy with only five years’ schooling to the president of Brazil, the life of Luiz Inacio Lula da Silva reads like a fairy tale.
He has defied conventions and many a popular theory. For example, he won the presidential election in October 2002 in his fourth attempt, rubbishing the “either you win at the third attempt, or you quit” theory. He is the first Brazilian president who comes from the working class.
A landslide victory in October 2006 saw him retain his office, and his effective governance made the Newsweek declare him the 18th most influential and powerful person in the world. In the list of 50 people, he scored over Warren Buffet, Bill Gates, Dominique Strauss-Kahn and Steve Jobbs. The Newsweek said Lula had built Brazil into one of the most economically stable emerging markets. And at the G20 Summit in London in April, Barack Obama called him one of the most popular politicians in the world.
In December 2008, an opinion poll by Datafolha, a trusted Brazilian poll agency, showed 70 percent of the people rated Lula’s policies as “very good” or “good”. That made him the president with the highest approval rating in Brazil’s history.
On the political front, despite being a former radical leftist, Lula unified about 10 parties – from the left as well as the right – after being re-elected to form the largest ruling coalition in Brazil’s history. His coalition strategy has focused on maintaining administrative stability and consistency in policies.
Brazil’s economy has grown at an annual average of 4 percent in the last six years, 1 percent higher than that of his predecessor Fernando Cardoso’s eight-year rule. The growth rate in 2004 was 5.7 percent, the highest since 1994.
Lula’s policies have facilitated the fast and stable economic boom that has helped Brazil resume its position among the 10 largest economies in the world. The country’s per capita GDP was $2,800 when he assumed power in 2002, but by last year it had crossed $7,000.
His tenure has seen an improvement in all macro-economic indices of the country. Inflation has been curbed, foreign debts are at a historic low, foreign direct investment has surged, and foreign exchange reserves have jumped from $37 billion in 2002 to a staggering $200 billion last year.
In the first half of 2008, credit rating institutes such as Standard & Poor’s, DBRS and Fitch raised Brazil’s rating to “investment grade” because its macro-economic situation had “improved fundamentally”, and it had fairly optimistic medium-term prospects of economic growth.
Lula has achieved a lot on the social front, too. During his campaign in 2002, he made “helping the poor have three meals a day” his biggest mission. Since assuming office, his administration has implemented a series of social projects, topped by “Fome Zero” (Zero Hunger) and “Bolsa Familia” (Family Stipend), which have achieved brilliant results.
The income of the poor has grown by 22 percent in the past five years compared with 4.9 percent growth for the rich. The 1991-2001 decade saw 3.2 million jobs being created, but during Lula’s first four years alone, the country offered 4.65 million new jobs. The minimum wage has surged from 200 real a month in 2003 to 465 real earlier this year, and the income gaps between men and women and among different ethnic groups have narrowed.
The country’s demography has changed, too, with the proportion of the middle class increasing from 42 percent in 2005 to 52 percent now. The number of the poor shrunk by 27.7 percent during Lula’s first tenure, more than what Cardoso could achieve during his two tenures.
Lula has tried to extend the “Fome Zero” project to other countries, too, making him a leader in the global anti-poverty movement.
He has used “presidential diplomacy”, “trade diplomacy”, “cultural diplomacy”, “generous diplomacy” and “ethanol diplomacy” to improve Brazil’s foreign relations. He has presided over the diversification of foreign trade, bolstered the country’s independent economic development, raised the level of Brazil’s leadership in Latin America, and promoted the regional integration of the continent.
By actively participating in UN reforms, the Doha round of WTO talks and other global forums, Brazil has strengthened its position on the global stage. Driven by his active diplomatic strategy, the country has enhanced its influence in the international community.
Lula was lucky to inherit the basic framework of many policies from his predecessor Cardoso. But he has succeeded in his efforts because he always tries to reach his goals and honor the promises he made during his election campaigns.
His political and financial farsightedness have helped Brazil weather the global financial crisis without much harm. In fact, the Organization of Economic Cooperation and Development has described Brazil as a “model country for economic stability”.
As a Brazilian has said, Lula “is the representative of the poor, and a president who cares for the people. His achievements (till now) are enough to make him one of the greatest presidents in Brazil’s history. The Brazilian people will remember him forever.”
The author is a researcher with the Institute of Latin American Studies, the Chinese Academy of Social Sciences.
(China Daily 05/26/2009 page9)

Read Full Post »

Pobre quando vê muita esmola desconfia…
Este blog nasceu para denunciar a fraude feita pelo Banco Real (antigo) por determinação do Delta Bank (que existe nos Estados Unidos,Grand Cayman e Suissa) opera no Brasil onde tem 95% de sua base de clientes e ainda não possui um endereço oficial aqui neste país tupiniquim (vejam no site www.deltabank.net).
Pois bem este blog tem um leitor asíduo na cidade de Assuncion del Paraguai.

Que fraude é essa ? Aquela que até os dias de hoje prejudica a situação previdenciária do titular deste blog que não teve contribuição ao INSS de 20 anos sôbre 30 trabalhados.

Voltando a Assuncion…

-Seria por acaso o leitor assíduo o ideólogo que, com a fiscalização aqui no Brasil do Juiz Fausto de Sanctis, estaria operando diretamente da capital paraguaia?

-Seria por acaso um funcionário do Delta Bank que agora mantêm um escritório fixo por lá?

-Ou seria um local de transito (digamos) das transações e remessas de dinheiro para as Agências do DeltaBank nos States ? Afinal só uma ponte separa aquele país de Foz do Iguaçu, aquela cidade onde carro forte ia e vinha …vinha e ia…levando e trazendo reais que se dizia dos sacoleiros…

Coitados dos sacoleiros…levaram a culpa na CPI…eles que não sabem nem o que é CC5.

O caríssimo leitor diário deste blog de Assuncion poderia entrar em contato com o blog através do email www.blogexbancario@gmail.com e esclarecer estas questões. Afinal ele é ou não o ideólogo? Está ou não a serviço do ideólogo?

Postado por Dirceu M. (colaborador oficial do blog)

Read Full Post »

RESUMO DE CURRÍCULO


Forte experiência como Executivo, realizando consultoria, projetos e gestão de operações complexas para empresas como BOVESPA, BM&F, Microsoft (Brasil/EUA), Redecard, Visanet, Banco Real,Banco Alfa, Delta Bank (EUA), Toyota, Hotéis Transamérica, C&C Casa e Contrução, Sony (EUA/Latam), HP (EUA/Latam), Merck, Eli Lily entre outras grandes empresas nacionais e internacionais.

Inglês Fluente, Certificação Internacional PMI em Administração de Projetos, Pós-Graduado em Adm de Projetos.
……………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

Nota do blog: Segundo o Banco RealAbnamro (atual Santander) o Delta Bank era um concorrente como qualquer outro do Banco Real (antigo).

Algum leitor do blog acredita?

Read Full Post »

Nos Estados Unidos o Obama e as autoridades não querem mais saber deste negócio de sigilo. Se os negócios são feitos para evasão fiscal,lavagem de dinheiro ou qualquer coisa parecida, a justiça americana não perdoa mais. Que o diga o UBS e o Credit Suisse que estão sendo obrigados a dar os nomes dos clientes.
A lei lá nos estados Unidos é cumprida. Aqui no Brasil tem carnaval, tem o fusca e o violão…

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………..
Mais uma que encontrei na Internet:

O Delta National Bank and Trust Company, dos Estados Unidos, entrou hoje (29/01) no Supremo Tribunal Federal com mandado de segurança (MS 23880), com pedido de liminar, contra ato da CPI da Câmara que determinou a quebra do sigilo das contas envolvendo empréstimos celebrados entre a Confederação Brasileira de Futebol e a empresa Nike. Alega o banco norte-americano, que as instituições financeiras, tanto no Brasil como no exterior, “têm a obrigação fundamental de manter sigilo de todas as suas operações, ativas e passivas, e serviços prestados”. No mandado de segurança, o advogado do banco, Roberto Rosas, sustenta que em consequência da quebra do sigilo, os clientes, empresas e instituições que mantêm operações com o Delta podem responsabilizá-lo pela devassa de suas contas em bancos brasileiros.

Read Full Post »

Older Posts »