Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \30\UTC 2008

Em texto em um suplemento especial da revista “El País Semanal”, que todos os domingos acompanha o jornal espanhol “El País”, Lula diz que “as respostas aos desafios atuais não podem vir dos ‘especialistas’ que durante três décadas aplicaram as receitas que nos levaram ao atual colapso da economia mundial”.

“Precisamos são de outros ‘conselhos’, com homens e mulheres com sensibilidade social, preocupados com a produção, com o emprego e com uma ordem global mais equilibrada e democrática”, escreveu o presidente.

Read Full Post »

Read Full Post »


DEU EM O GLOBO

Papai Ali Babá

De Elio Gaspari:

Está na pauta de votações da Câmara dos Deputados um projeto de emenda constitucional (130-B) que altera o rito processual do julgamento dos parlamentares acusados de malfeitorias. Hoje eles são denunciados ao Supremo Tribunal Federal.Uma vez aceita a denúncia, o STF os julga, sem direito a recurso.

Pela proposta, caberá ao Supremo aceitar ou não a denúncia, mas depois disso a papelada desce ao juízo de primeira instância, iniciando-se uma lenga-lenga que pode durar dez anos.

Com a aprovação da emenda retornam à mansidão das comarcas e ao paraíso dos recursos os processos dos mensalões do PT (40 companheiros) e do tucanato mineiro (27 bicudos).

Read Full Post »

O que irrita

Uma lan house em Paraisópolis
O pessimismo da imprensa brasileira.
Lá no Chile a imprensa enfatiza os pontos positivos,dá destaque para as melhorias obtidas pelo país no cenário mundial e quando mostram as coisas negativas nunca deixam de salientar os progressos havidos. 
É por isso que o Chile, apesar de ter muitos problemas sociais ainda não superados, será muito em breve um país considerado desenvolvido. A imprensa tem orgulho do país.
Aqui no Brasil parece que há um certo prazer da imprensa e de certos colunistas em  inventar ou destacar as coisas negativas e sempre falar das coisas positivas nos cantos das páginas. Qualquer noticia boa sôbre o Brasil a gente só encontra nos jornais internacionais como o Le Monde, o Financial Times, etc.
Mas tem solução: A gente deve ler blogs independentes para formar melhor uma opinião e comprar cada vez menos revistas e jornais brasileiros. Quem sabe eles chegam a conclusão de que o país das lan houses já não é mais o mesmo e o povo não engole tudo que dizem. Basta lembrar uma coisa só: a reeleição do Lula onde ninguém engoliu o que  imprensa queria,principalmente a rede globo com a sua caravana do Bial.

Read Full Post »

A seca e o dilúvio


In Artigos & IdéiasClima on 28 Novembro, 2008 at 12:45 am

Thais Bilenky

Especial para Terra Magazine

Questões de um país continental. O presidente Lula disse nesta terça-feira, 26, enquanto sobrevoava regiões inundadas no Estado de Santa Catarina:

– A primeira coisa que temos que fazer é rezar para que pare de chover. Vale lembrar que venho de um lugar onde sempre rezei para chover.

Lula vem do agreste pernambucano. No Nordeste do Brasil, foi – e ainda é – preciso muita reza para aplainarem os estragos da estiagem. A Chapada Diamantina, na Bahia, vive este ano a pior temporada de incêndios de sua história. Os focos de fogo não puderam ser contidos antes que metade do parque nacional queimasse em grande parte por falta d’água.

No Sul do Brasil, em Santa Catarina, as tempestades já deixam 99 mortos. Outras 19 pessoas estão desaparecidas. A chuva desalojou 78.656 catarinenes, sete cidades estão isoladas.

A chuva no sul está “persistente”, segundo o pesquisador do Inpe (Instituo Nacional de Pesquisas Espaciais), Olivio Bahia do Sacramento Neto, porque o anticiclone normal neste período do ano não está sendo compensado.

O anticiclone, que é o mesmo que sistema de alta pressão, gera vento leste na região sul do país, trazendo muita umidade para o continente. Em geral, ocorre um movimento que “puxa a umidade para cima”, forma nuvens e caem pancadas de chuva. As tempestades cessam rapidamente, mas este ano “o sistema ficou praticamente estagnado por 4,5 dias”, de acordo com o Inpe.

Na região que abrange o Parque Nacional da Chapada Diamantina, a temporada de incêndios ocorre durante a primavera e o verão. No período, atua a massa de ar seco que inibe formação de nuvens causadoras de chuva.

“O solo fica muito seco, as plantas ficam muito secas. Uma ponta de cigarro no chão é como se estivesse jogando um fósforo em um balde de gasolina. Qualquer faísca levanta fogo”, diz Neto.

Na Chapada Diamantina, a maior causa de incêndios é a atividade criminosa por parte de agricultores, acredita o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente). O agravante é a seca. Desde que voltou a chover, dia 19 de novembro, o fogo começou a ser apagado e agora todos os focos estão extinguidos.

“As chuvas, apesar de pouco volumosas, têm sido freqüentes, têm mantido umidade tanto do solo quanto do ar”, diz o assessor ambiental da unidade, Pablo Casella. Fora do parque mas dentro da Chapada, ainda há incêndio, especialmente no Morro do Chapéu. A temporada vai até março do ano que vem e sabem as autoridades que as chamas reacenderão.

Coisa de país continental. O número de municípios que decretaram situação de emergência devido à chuva no Espírito Santo, na região sudeste, subiu para oito. Cerca de 10 mil capixabas foram afetados pelas chuvas.

Terra Magazine

Read Full Post »

.

Read Full Post »

Charge do dia do Cleriston

Read Full Post »

Older Posts »